Browsing Tag

Lifestyle

Lifestyle

30 coisas que aprendi em 30 anos

Hoje é meu aniversário!! E como eu oficialmente passei dos 30 anos, quero agora dividir com vocês as 30 coisas que aprendi durante esse tempo bem vivido. Tem do mais banal (como o preço da manteiga, haha) como lição de vida mesmo.

Eu tô muito feliz de estar dividindo esse momento, como falei no post anterior, meus 3o anos foi o melhor ano da minha vida e espero que os 31 continue me surpreendendo positivamente.

Lifestyle

Sobre a dor e a delícia de uma segunda-feira

LucyCaféFlor

Toda segunda-feira é a mesma coisa: Memes e memes falando da preguiça, do sono e da volta a realidade depois do desejado fim de semana. Junto com eles posts sobre foco, dedicação e começar de novo.

A realidade é que toda segunda-feira também se torna uma segunda chance. Eu já tentei começar a voltar a escrever no blog ou começar uma dieta no meio da semana mas não tem jeito, só segunda-feira!

Comecei a fazer uma segunda rodada de coaching com a incrível Bianca Sales e uma das coisas mais legais do método é tentarmos tirar algo de positivo das coisas, ao invés de só reclamar. Quando agradecemos, o universo traz de volta e quando reclamamos ficamos estagnados naquilo.

Então, ao invés de reclamarmos que a segunda-feira é sinônimo de trabalho, de acordar cedo e de começar tudo de novo, vamos ficar grato por termos um trabalho para ir na segunda-feira, por acordar cedo e ver a beleza que é o dia amanhecendo e por termos a possibilidade de recomeçar.

Boa segunda! ♥

Lifestyle

#PRIVAICASAR – A realidade de organizar um casamento

Captura de Tela 2017-02-01 às 18.51.42

Organizar um casamento não é fácil. Muito pelo contrário, é estressante, cansativo e praticamente uma prova de fogo pro casal. Logo depois do pedido, sabia que ia ter que começar um projeto pessoal (que acabou tomando uma dimensão maior) pra poder dar conta de tudo que tá acontecendo na minha vida!

Apesar de sempre ter sido magra, acabei sendo vítima do efeito sanfona durante alguns períodos. Quando fui morar no Rio de Janeiro, ao invés de aderir à geração saúde, engordei. Sim, porque pela foto no Instagram está tudo maravilhoso mas só a gente sabe o perrengue que a gente passa. Com isso, muito estresse. E eu descontava em que? Na comida! Tentei de tudo, mil dietas, mil exercícios mas nunca seguia em frente! Até que veio o pedido e, com ele, a meta. Ao longo de 3 anos ganhei 10kgs e quero eliminar tudo até subir ao altar. Além disso, vou ter recém completado 30 anos quando casar. Ou seja, não quero cuidar só da boa forma, quero cuidar da minha saúde, da minha pele, do meu cabelo, enfim, do meu bem estar. Tudo começou bem de brincadeira lá no Stories até que uma pessoa e outra foi dando força, outras pedindo pra continuar mostrando tudo e até uma amiga que disse que foi na nutricionista depois de ter visto o projeto! Agora sou só felicidade e torcida pra que eu consiga alcançar minha missão.

P.S.: Esse caderninho é um planner incrível que recebi durante o evento Ambiente Noivas e já está salvando durante a organização do casório.

Mas enfim, vamos seguir?

Captura de Tela 2017-02-01 às 18.52.01

IMG_8826

Captura de Tela 2017-02-01 às 18.52.27Captura de Tela 2017-02-01 às 18.50.43

» LOCAÇÃO
Depois de visitar dois lugares e não ter ficado 100% feliz com as opções, descobri através da minha decoradora, um sítio no Maranguape que alugam para eventos. O Espaço Di Chico é um lugar é simples mas tem tudo o que eu sempre sonhei pro meu casamento. Não vou mostrar detalhes do lugar pra não perder a surpresa do dia mas a espiada na vista está garantida!

» O VESTIDO
Sempre dizem que o vestido é a última coisa que a noiva organiza no casamento. Afinal é algo que não demanda meses para ser feito/alugado. No meu caso, foi o primeiro item que decidi. Sonho em casar desde adolescente e de lá pra cá, não mudou muito meu gosto de como eu queria que fosse o grande dia! Eu sabia exatamente o que eu queria (mas sim, bate muito a dúvida na hora h), sabia com quem queria fazer e achei o preço acessível. Logo, fechei contrato na primeira reunião. Escolhi fazer com as meninas da Lisblu, marca de vestidos de noivas e festas aqui de Fortaleza. Lá tem a opção para alugar mas acabei fazendo sob encomenda!

» COACHING
Eu sabia que dentro do processo de organizar o casamento, eu ia precisar cuidar da minha mente. Sou muito ansiosa, tenho crises de ansiedade e o medo de pirar era constante. Por isso fiquei muito feliz quando conheci a coach Bianca Sales. Ela foi extremamente fundamental para essa minha fase, tanto que as sessões estão super perto de terminar e a vontade é de continuar. Imagina só uma mistura de terapia com formas de organizar metas pra sua vida? É mais ou menos em um lugar assim que eu me sinto durante nossos encontros. Sem dúvidas é o dia mais esperado da semana!

Aos pouquinhos vou dividindo mais detalhes do projeto e do casamento em si. Estou preparando um vídeo com outras noivinhas que em breve estará lá no canal do blog no YouTube.

Lifestyle

Adeus, Rio de Janeiro!

IMG_2212 cópia

Tchau Rio! Foram 3 anos intensos nessa cidade maravilhosa. Aprendi muuuuito, trabalhei mais ainda. Passei por coisas incríveis e conheci pessoas que vão ficar por toda a minha vida no meu coração!

Desfilei no sambódromo, trabalhei na turnê do Paul McCartney e esbarrei no David Beckham, true story! ? Tudo em um ano só, haha.

Conheci tanta gente e me reconectei com tantas outras!! Obrigada a todos que estiveram do meu lado durante esse tempo.. Foi tão bom, fui tão feliz aqui!! Mas novas aventuras nos aguardam em Fortaleza!

E claro que tinha que ter vídeo de despedida, contando um pouquinho do motivo de voltar.

P.S. Já voltei há 3 semanas mas só agora consegui atualizar o blog. #Sorry

Lifestyle, Música, Viagem

Daily Vlog #5 – Mudança, Cupcake e Circo Voador

Aewwww.. Tem VLOG NOVO no arrrr!!

Sexta-feira foi dia de resolver coisas da minha mudança (vou falar sobre isso em um próximo vídeo). Tira, guarda, encaixota.. Ufa!! Com o grande dia chegando, tive também que vender minhas coisas que não irei mais aproveitar e isso significa ter que dar adeus para o meu fogão amado. Aproveitei a despedida pra fazer como última refeição nele uma fornada de cupcakes.

A noite, eu, o boy e alguns amigos, fomos curtir um rock and roll e uma “lambada massa” com FIGUEROASO Terno e Boogarins no Circo Voador!

Corre lá no canal do blog no Youtube ou clica aí em cima pra ver o vídeo completo!

Lifestyle

Top 5 | Metas para 2016

Adeus ano velho. Feliz ano novo. 2016 já chegou e com ele vem todas aquelas promessas do que vamos fazer diferente em relação ao ano que passou.

Vi muitos vídeos de “metas” pelo youtube e achei super legal o fato de ter registrado o que eu prometi fazer diferente nesse novo ano que chega.

No Top 5 de hoje eu dividi 5 das minhas metas para 2016. Será que vou conseguir cumprir tudo? Haha

Gastronomia, Lifestyle

DE ROLÊ: Os Imortais Bar e Restaurante

POST-OSIMORTAIS

Quando eu não estou em casa todo mundo sabe onde me encontrar: no Os Imortais.

Um pequeno (porém com coração de mãe) bar em Copacabana. Aconchegante, despojado, um reduto para os cervejeiros mais exigentes e também aquele do dia a dia no copo de média.

Além de ter muitas (muitas, muitas) cervejas com diferentes rótulos e o chopp da casa, ele também te pega pelo estômago. Tem coxinhas, bolinhos de arroz e bolinhos de feijão com uma variedade incrível de recheios. Tem pastel, tem croquete (alemão e de cordeiro <3), tem chips de aipim com carne seca, espetinho e, pra quem gosta, tem petisco até com jiló.

É um daqueles lugares onde você se sente em casa, se sente acolhido.

Ah, vale lembrar que na página deles no Facebook você fica sabendo de todas as promoções que rolam lá durante a semana, dá uma curtida lá!

OS IMORTAIS
Rua Ronald de Carvalho, 147 – COPACBANA/RJ
Faixa de preço: $urreal ( ) Ace$$ível ( ) É nói$ (✔)
Avaliação ♡♡♡♡♡

Por Luciana Torres,
PHD em comida, drinks e cervejas artesanais e importadas.

Lifestyle, Música

ROCK IN RIO: VOLTE DUAS CASAS E TENTE NOVAMENTE! 

SetRIR_primeirofds0004 cópia

Ontem fez exatamente uma semana do encerramento da edição de 2015 de um dos maiores festivais do ano: O Rock In Rio. Esse foi o meu 2o ano de festival e ainda tenho minhas dúvidas se em 2017 estarei lá de novo (confesso que vai depender dos shows e da minha situação financeira pois, se pudesse, iria conferir os shows que seguem a rota para cidades vizinhas ao Rio).

Durante essa edição, escolhi ir em três dias: 19, 24 e 27. No primeiro dia, acredito que passei um dos maiores perrengues da minha vida. Acho que só perdi pra uma vez quando eu tinha 14 anos e tive que caminhar durante quase três horas debaixo do sol escaldante da Taíba. O acesso, não foi fácil. Pior ainda, não foi prático. Uma amiga que trabalha no Projac, que fica depois do Rock In Rio, tinha que pegar um ônibus voltando, passava pelo local do evento, até chegar no terminal, onde teria que pegar uma pulseira pra pegar o BRT e poder ir pro festival. Ufa!! Ah, ela teria que fazer isso, pois a única forma de ela conseguir voltar sem ter que andar mais de 2km era pelo BRT e só poderia entrar nele se tivesse uma pulseira que eles só davam pra quem pegava no terminal durante a ida. Moral da história: Ela tirou folga! 

A verdade é que tentaram “enfiar” o BRT nos cariocas e nos turistas (acredito eu, como estratégia para testar o transporte durante as Olimpíadas) mas não deu certo. Filas intermináveis e se você fugia dessa alternativa, tinha um longo caminho a pé depois de todo o cansaço do festival. No meu primeiro dia lembro que não tinha certeza se os dois shows incríveis que presenciei tinha valido a pena. Foi um ônibus, um BRT, outro ônibus e ainda andei durante 15 minutos na ida. Na volta andei mais de 2km, peguei um BRT e dois ônibus depois. Em 2013 peguei um ônibus para ir e dois para voltar! 

 SetRIR_primeirofds0187 cópia
SetRIR_primeirofds0159 cópia

Mas falando de show, no dia 19 foram dois inesquecíveis: The Script e Queen. Conheci The Script pelo meu house mate e saí fã da banda depois de vê-los ao vivo. Queen não tem palavras. É Queen. E Adam Lambert, a surpresa da noite, de surpresa pra mim não teve nada. Acompanhei e torci muito pro cantor durante sua passagem pelo American Idol (inclusive fiquei bem revoltada quando ele não ganhou). Pra mim, ele foi a escolha perfeita e o melhor, não tentou substituir ninguém. 

A melhor “invenção” do Rock In Rio funcionou: O fastpass. Super conhecido nos parques de diversões lá fora, o fastpass é uma maneira de evitar filas enormes. É só agendar o seu horário e passar sua pulseira em um leitor para confirmar. Simples e que deve continuar. Os brinquedos estavam beeem mais tranquilos esse ano. 

12086837_551020525053886_1041334318_n cópia
12071381_551021018387170_975812796_n cópia

Depois de todo o sufoco que passei no primeiro dia, fui o mais prevenida possível no dia 24. Estava com uma turma de 10 pessoas e obriguei todos a fazer e carregar o RioCard (que dava passe ao BRT). Tudo para correr o mínimo risco possível de dar errado. Por incrível que pareça a ida e a volta foram super tranquilas. Eles acabaram mudando o local de embarque do BRT e isso ajudou bastante, assim como o número de pessoas presentes nesse dia também ser bem menor. O que interessa é que a experiência foi incrível e fez com que eu tivesse vontade de voltar novamente em 2017!! 

Queens Of The Stone foi um dos melhores shows que já vi!. Nossa, que banda! Já conhecia bem de antes e escutava bastaaaante no meu Spotify. Mas o que mais me impressionei é que eles conseguiram ser bem melhores ao vivo. Parecia que tinha colocado o cd dos caras pra rolar em um sol milhões de vezes mais potente do que o que eu tenho em casa. Senti falta de algumas músicas mas nem tudo é perfeito. 

Aproveitei que não me importo muito com SOAD (sorry pra quem curte) e fui curtir a roda gigante. Já havia ido em 2013 sozinha durante a apresentação do John Mayer mas dessa vez foi diferente. Fui com o Ian e alguns amigos e só por isso já foi bem mais divertido!! Inclusive, além da roda gigante, esse ano consegui ir na tirolesa durante um preview do evento para convidados.

12027718_1048742578493927_5590110376619992869_n cópia
dia7_0180_copy cópia

Terceiro e último dia. Chuva, chuva, raios e mais chuva. Esse foi o resumo do dia 27. Mas parece que a dança do Cacique Cobra Coral fez efeito no último minuto e na metade do show do A-ha já não haviam mais vestígios de água (só muita lama). 

O transporte? Foi díficil, principalmente na volta quando já estávamos em uma fila pra entrar no ônibus às 4 horas da manhã e decidimos esperar o próximo para pegar um assento. E aí o que acontece? Um funcionário mal educado diz que se quisermos ir que fosse em pé, senão teríamos que ir para uma fila gigantesca pois não iriam mais parar ônibus onde estávamos (e que estava parando antes). Para ir confortável em um ônibus que te deixa e para do lado do evento custava R$70,00. Aí você se pergunta por que ficamos sem opção de transporte público decente ou acesso se pagamos caro em nossos ingressos. Acredito na estratégia para optarmos no ônibus Primeira Classe. Mas a verdade é que nem sempre dá pra pagar quase R$200,00 (meia-entrada) no ingresso de um dia mais um ônibus desse para cada dia que você vai ao festival. E é isso que eu acho que falta, compaixão com o público. Afinal, se você não é artista ou VIP (literalmente), você vai passar perrengue. 

E aí que acabou. A-ha incrível, lindos e fazendo eu relembrar minha infância enquanto meus pais escutavam várias das músicas que eles tocaram. Katy Perry, nem se fala.. Um espetáculo a parte. Sim, pela TV foi sofrido (assisti alguns dias depois) mas ao vivo foi perfeito do começo ao fim. 

 
12071595_551020535053885_870076905_n cópia
FOTOS: I HATE FLASH E ARQUIVO PESSOAL 

No final das contas, o Rock In Rio vale o ingresso mas ainda tem muito o que melhorar, principalmente no que diz respeito ao tratamento com o público. Houve falta de água, assaltos, tumulto nos banheiros, sem falar nessa velha mania de só vender cerveja. Porém é um festival com porte internacional, melhor do que muitos gringos por aí e que eu admiro muito e curto muito. Se eu vou em 2017? Não sei. Já vou ter 30 anos daqui pra lá e talvez esteja me sentindo muito velha pra sufocos. Mas não muito velha pra bons shows!! Vai que o mundo dá voltas e eu viro “a very important person”? Não custa sonhar! :) 

Lifestyle

Daily Vlog #3: Feijoada em Santa Teresa


 

Na semana passada recebi uma amiga muito especial em casa, a Bia Guedes. Lá no snapchat (priscilafurtado, segue aí) vocês viram que a gente fez muita coisa bacana durante esses dias que ela passou por aqui. Pra quem não lembra, a Bia é da velha guarda dos blogs de moda de Fortaleza e, na minha opinião claro, a época mais legal. Hehehe.. Ela tá indo no mês que vem morar em Londres e a viagem pro Rio foi a maneira perfeita de se “despedir”.

A gente aproveitou o sábado ensolarado pra ir comer uma feijoada no Bar do Mineiro em Santa Teresa. A gente até foi pra Santa Teresa mas na verdade fomos pra jantar e tivemos que optar por outro restaurante. Mas o que interessa é que tava todo mundo junto e o desejo da Bia foi realizado (mesmo que com algumas adaptações!!).

Aproveitei pra registrar tudo em um Daily Vlog super especial.. Realmente foi um dia muito bacana e melhor ainda que a Bia acabou não pegando o vôo e ficando mais uns dias no Rio de Janeiro. Vocês vão entender quando assistirem o vídeo!!

Música

Daily Vlog #2: Visita ao PROJAC (Superstar)

Gente meu domingão foi tãããão legal mas tão legal que eu tinha que fazer um Daily Vlog. Eu fiz muuuuitas coisas.. Fui na feijoada de uma amiga e depois ainda passei na feirinha Misto Quente Bazar que rolou no Bukowski (muuuito legal, vai ter post sobre o evento em breve). Infelizmente a bateria do celular já estava quase morrendo e só deu pra fazer uns snaps (adiciona aí, priscilafurtado). Mas aí não tem problema porque a noiteeu fui assistir ao programa Superstar que acontece ao vivo direto do Projac e registrei T-U-D-O!!

O mais bacana é que nesse domingo teve apresentação da banda Scalene (minha preferida junto com Supercombo) e assisti tudo quase da boca do palco! Haha. Realmente é muita emoção e me empolguei com várias bandas que não curtia tanto quando via de casa. Sem falar que foi muito bacana ver a reação do público diante de cada banda, afinal, quando você assiste do sofá não tem como perceber esse retorno! Ahhh, vale ressaltar que essa semana foi um programa cheio de erratas (soltaram a música errada da banda Versalle, Paulo Ricardo esqueceu a letra quando foi cantar, Mocotó soltou palavrão e vazou o aúdio) e ainda teve os convidados mais legais, Samuel Rosa, Paula Toller e Paulo César dos Santos vocalista do Roupa Nova. Ou seja, ponto pra mim que pude ver tudo de pertinho. Hahaha..

Enfim, foi muito legal, tem overdose de Scalene no vídeo porque sim e queria muito poder ir todo domingo porque realmente foi uma experiência MUITO bacana. Acho que vai dar pra notar bem a minha empolgação no vlog.. Hahaha! Espero que vocês curtam bastante porque esse negócio de editar não é nada fácil viu?? kkkkk. Mas tô amando registrar um pouquinho da minha vida aqui no Rio!!