Browsing Tag

gastronomia

Gastronomia, Viagem

Conhecendo: POT – Healthy & Organic Food

POT

Em alguma das minhas inúmeras visitar a Fortaleza quando ainda morava no Rio, descobri a P.O.T. Estava morrendo de fome e decidi ir no lugar mais perto de casa e saudável. Lembro de ter pedido uma salada, que por sinal não foi nada barata mas que valeu cada centavo depois de dividir o prato com minha mãe. Até hoje é uma das minhas saladas preferidos (mas não lembro o nome!).

Desde que voltei, a POT virou quase uma segunda casa. Todo fim de semana estou batendo ponto pra ir tomar uma café da manhã na varandinha mais charmosa do Meireles. O café, orgânico, é de graça e tem várias opções deliciosas e saudáveis para comer. A minha pedida preferida é a tapioca.. A de frango é incrível e a de queijo com mel, vem cortada como sushi e deixa tudo mais gostoso.

Além disso, a POT ainda possui o Happy Day que funciona como um programa saudável com comidas frescas, orgânicas e sem conservantes. Você pode escolher quantos dias deseja receber o programa e a POT entrega tudo na sua casa. Outra opção recente são os boxes para almoço com novidades diárias.

Captura de Tela 2017-02-01 às 17.05.08

POT – HEALTHY & ORGANIC FOOD
Rua Canuto de Aguiar, 803 – MEIRELES/CE
Telefone.: +85 3023-9551
Faixa de preço: $urreal (✔) Ace$$ível ( ) É nói$ ( )
Avaliação ♡♡♡♡♡

DIY, Gastronomia

DIY: Sopa de abóbora com maçã verde

Sem Título-2

Ultimamente sopa tem sido um jantar bem comum pra mim e acho que vai ser ainda mais, à medida que a barriga vai crescendo vai ficando cada vez mais difícil de comer comidas mais pesadas sem passar mal, então principalmente de noite estou tentando pegar leve. Já compartilhei algumas fotos de sopa no insta e me pediram receita, então toda semana vou postar uma por aqui pra quem quiser variar a tradicional canja de galinha (odeio kkkk). Geralmente faço logo um panelão, separo em porções para duas pessoas e congelo assim a gente pode comer em dias alternados ou até na semana seguinte. A sopa dessa semana é uma que a gente AMA de abóbora com maçã verde.

Sopa de abóbora com maçã verde (Rende 4 porções)

Ingredientes:

  • 5ml de azeite.
  • 1 cebola picada.
  • 1 dente de alho amassado.
  • 1,3kg de abóbora descascada, sem sementes, picada em cubos.
  • 1 maçã verde descascada, sem miolo, picada em cubos.
  • 3 e 1/2 xícara de caldo de legumes caseiro.
  • sal e pimenta do reino à gosto.

Primeiro aqueça o azeite numa panela funda em fogo médio. Acrescente a cebola e refogue mexendo de vez em quando até amolecer, junte o alho e refogue por mais uns 30 segundos. Acrescente a abóbora picada, a maçã e o caldo. Aguarde levantar fervura, reduza o fogo e cozinhe com a panela tampada por 25 minutos, até que a abóbora amoleça. Deixe esfriar por 5 minutos.

Num liquidificador ou processador bata a sopa aos poucos, retorne à panela, tempere com sal e pimenta à gosto e cozinhe em fogo médio por mais 5 minutos até aquecer por completo.

Espero que vocês gostem dessa receita, eu tenho um fraco por qualquer receita com abóbora e além de delícia ela é super light, tem 170cal. por porção. Próxima semana tem sopa de pimentão vermelho assado. Beijos!!

Por Natasha Nogueira,
arquiteta que nas horas vagas curte cozinhar e curtir o lar com o marido.

Gastronomia

Na Cozinha: Crumble de maçã

Aêê! Mais um vídeo novo NO ARRR, direto da nova cozinha, aqui em Fortaleza! A primeira receita dessa nova fase é super especial. Primeiro que ela é extremamente deliciosa e deixa sua casa com um cheirinho incrível de canela, hehehe. Segundo que ela é MUITO fácil e rápida de fazer!!! Sério, se até eu consegui, todo mundo consegue! E em terceiro e último lugar, é que a receita é da minha cunhada linda Raquel Franklin. Amei aprender e já estou super ansiosa pra testar essa delícia para as minhas próximas visitas!

Ingredientes:

5 maçãs
400g de farinha de trigo
200g de manteiga bem gelada
150g de açúcar cristal
1 colher sopa de canela
300ml de leite condensado

Corte as maçãs em cubinhos médios sem a casca.
Em uma assadeira, misture com o açúcar e a canela e despeje o leite condensado por cima. Faça uma farofinha com a farinha de trigo e a manteiga e coloque por cima.
Leve ao forno em temperatura média por 20 minutos. Voilá!

DIY, Gastronomia

DIY: Bagels

Bagels1

Não consigo encontrar bagels para vender por aqui e o Rodrigo como viveu em Montreal (cidade famosa pelos bagels) vive desejando um bagel quentinho no café da manhã….Então aí vai a receita:

Bagels (faz cerca de 6 pães)

Ingredientes:

  • 1 e 1/4 de xícara de água morna.
  • 1 e 1/2 colher de sopa de açúcar (qualquer um).
  • Um pacote de fermento para pão.
  • 3 e 1/2 xícaras de farinha de trigo normal (para todas as receitas).
  • 1 e 1/2 colheres de café de sal.
  • 1 ovo.
  • Sementes e temperos da sua escolha para jogar por cima.

Primeiro, em um recipiente misture o açúcar à água morna até dissolver e jogue o fermento dentro, tampe ou cubra e deixe em repouso para ativar o fermento durante uns 8-10 minutos. Importante: A água não deve estar quente, só morna, coloque um dedo na água pra checar, se ela estiver muito quente mata o fermento.

Enquanto o fermento ativa, num outro recipiente, peneire a farinha e o sal e misture bem. Quando o fermento estiver pronto misture com a farinha até formar uma massa, coloque a massa sobre uma bancada enfarinhada e comece a sovar até ficar bem elástica e uniforme. Faça uma bola com a massa e coloque num recipiente untado, cubra e deixe crescer durante 1 hora ou até dobrar de tamanho.

Bagels2

Quando tiver dobrado de tamanho, divida a massa em 6 bolas iguais e faça furos no meio com seu dedo para ficar com o formato de um bagel. Deixe descansar por mais uns 10 minutos. Agora vem o truque que diferencia esse pão de outro pão qualquer e dá a textura única que o bagel tem: Coloque uma panela grande com água pra ferver e ferva os bagels cerca de 45 segundos de cada lado (vire com uma espátula).

Bagels3

Depois arrume eles numa assadeira, bata o ovo num recipiente com um pouco de água e pincele todos os bagels com essa mistura, por fim jogue por cima sementes ou temperos que você gosta, eu usei gergelim torrado, semente de girassol, sal marinho, alecrim e chia. Asse no forno pré-aquecido a 220 graus por 20-30 minutos ou até ficarem douradinhos. Espero que gostem! Beijos!

Por Natasha Nogueira,
arquiteta que nas horas vagas curte cozinhar e curtir o lar com o marido.

DIY, Gastronomia

Na cozinha: Milkshake de Oreo

Hoje tem vídeo novo NO ARRR! Na verdade, não é tão novo, hehe. Faz um tempinho já que postei esse ‘Na Cozinha’ lá no canal do blog no Youtube mas dando um olhadinha vi que ainda não havia postado por aqui. Como o verão tá chegando, decidi fazer uma receitinha de uma das bebidas mais refrescantes e fáceis de fazer que descobri recentemente: Um rápido e delicioso milkshake de oreo!!

Ingredientes

Leite (1/2 xícara)
Chantily
Sorvete de Baunilha (4 bolas)
Oreo (4 biscoitos)

Modo de preparo

Misture tudo e use um mixer ou liquidificador para bater o sorvete, o leite e o Oreo. Sirva em uma taça e complete com o chantily por cima do milkshake. Voilà!

Gastronomia, Lifestyle

DE ROLÊ: Os Imortais Bar e Restaurante

POST-OSIMORTAIS

Quando eu não estou em casa todo mundo sabe onde me encontrar: no Os Imortais.

Um pequeno (porém com coração de mãe) bar em Copacabana. Aconchegante, despojado, um reduto para os cervejeiros mais exigentes e também aquele do dia a dia no copo de média.

Além de ter muitas (muitas, muitas) cervejas com diferentes rótulos e o chopp da casa, ele também te pega pelo estômago. Tem coxinhas, bolinhos de arroz e bolinhos de feijão com uma variedade incrível de recheios. Tem pastel, tem croquete (alemão e de cordeiro <3), tem chips de aipim com carne seca, espetinho e, pra quem gosta, tem petisco até com jiló.

É um daqueles lugares onde você se sente em casa, se sente acolhido.

Ah, vale lembrar que na página deles no Facebook você fica sabendo de todas as promoções que rolam lá durante a semana, dá uma curtida lá!

OS IMORTAIS
Rua Ronald de Carvalho, 147 – COPACBANA/RJ
Faixa de preço: $urreal ( ) Ace$$ível ( ) É nói$ (✔)
Avaliação ♡♡♡♡♡

Por Luciana Torres,
PHD em comida, drinks e cervejas artesanais e importadas.