Browsing Tag

cotidiano

Lifestyle

Sobre a dor e a delícia de uma segunda-feira

LucyCaféFlor

Toda segunda-feira é a mesma coisa: Memes e memes falando da preguiça, do sono e da volta a realidade depois do desejado fim de semana. Junto com eles posts sobre foco, dedicação e começar de novo.

A realidade é que toda segunda-feira também se torna uma segunda chance. Eu já tentei começar a voltar a escrever no blog ou começar uma dieta no meio da semana mas não tem jeito, só segunda-feira!

Comecei a fazer uma segunda rodada de coaching com a incrível Bianca Sales e uma das coisas mais legais do método é tentarmos tirar algo de positivo das coisas, ao invés de só reclamar. Quando agradecemos, o universo traz de volta e quando reclamamos ficamos estagnados naquilo.

Então, ao invés de reclamarmos que a segunda-feira é sinônimo de trabalho, de acordar cedo e de começar tudo de novo, vamos ficar grato por termos um trabalho para ir na segunda-feira, por acordar cedo e ver a beleza que é o dia amanhecendo e por termos a possibilidade de recomeçar.

Boa segunda! ♥

Lifestyle, Música

DAILY VLOG #6: Garage Sounds

No vlog de hoje eu vou mostrar um pouquinho de como foi o Garage Sounds que aconteceu no último dia 8 e mesmo apenas na 2a edição já tem tudo pra entrar na lista de grandes festivais de música autoral e independente de Fortaleza!

O evento aconteceu na Praça Verde do Dragão do Mar e contou com mais de 60 bandas, nacionais e locais. Sem dúvidas é mais um evento que vem pra somar muito a cena da música em Fortaleza.. Vida longa ao Garage Sounds!

Confere aí! :)

 

Lifestyle

Adeus, Rio de Janeiro!

IMG_2212 cópia

Tchau Rio! Foram 3 anos intensos nessa cidade maravilhosa. Aprendi muuuuito, trabalhei mais ainda. Passei por coisas incríveis e conheci pessoas que vão ficar por toda a minha vida no meu coração!

Desfilei no sambódromo, trabalhei na turnê do Paul McCartney e esbarrei no David Beckham, true story! ? Tudo em um ano só, haha.

Conheci tanta gente e me reconectei com tantas outras!! Obrigada a todos que estiveram do meu lado durante esse tempo.. Foi tão bom, fui tão feliz aqui!! Mas novas aventuras nos aguardam em Fortaleza!

E claro que tinha que ter vídeo de despedida, contando um pouquinho do motivo de voltar.

P.S. Já voltei há 3 semanas mas só agora consegui atualizar o blog. #Sorry

Celebs, Lifestyle, Moda

Think Pink: Unindo moda com conscientização

PostThinkPink2

Claro que não existe época certa para lembrar de fazer aquele check up básico.. Todo dia é dia para se prevenir. Mas em outubro, as mulheres ganham uma forcinha pra não esquecer a importância do exame do toque. Durante esse mês é celebrado o outubro rosa, movimento popular de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra a doença.

Segundo o site da campanha, o Outubro Rosa no Brasil teve sua primeira ação em 2002, com a iluminação em cor de rosa do Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo. Em outubro de 2008, diversas entidades relacionadas ao câncer de mama iluminaram de rosa monumentos e prédios em suas respectivas cidades. Ao longo dos anos, várias marcas aderiram a campanha criando produtos especiais que tem parte da renda revertida para o movimento. Lá na gringa, onde o Outubro Rosa teve início, a modelo Kate Moss estrela a campanha da linha de lingerie desenvolvida pela estilista Stella McCartney em tons de rosa especialmente para este mês.

Aqui no Brasil, fizemos uma seleção de algumas marcas como a Dudalina que criou 12 modelos de camisas, que serão vendidas em todas as lojas da marca e cujo lucro das vendas será revertido a diversas instituições brasileiras que tratam do diagnóstico precoce e do câncer de mama. A Asics desenvolveu uma coleção com edições limitadas de dois de seus principais calçados que também terá parte da renda revertida para instituições de prevenção e combate à doença. Os lucros com as vendas do Suco Rosa Shock (que é composto por beterraba e manga, ricos em nutrientes anticancerígenos e que evitam a produção de radicais livres) no Hortifruti será destinado a doações.

kate-moss-strips-for-stella-mccartney-breast-cancer-awareness-campaign-01 cópia

Coleção de lingerie desenvolvida pela estilista Stella McCartney

O movimento inspirou a criação da campanha Rosas de Outubro da Mahogany, na qual 1% das vendas dos produtos das linhas de rosas da marca será doado ao projeto De bem com você – A beleza contra o câncer. Já a Clinique promove a venda do Chubby Stick, na cor Plumped Up Pink com uma nécessaire que leva o laço da campanha e toda a verba arrecadada com a venda do cosmético deluxe, é destinada a programas do Grupo Brasileiro de Estudos do Câncer de Mama (GBECAM), que dedica-se a estudos e tratamentos da doença.

Para as leitoras que estiverem de passagem por São Paulo, o Cosmopolish Nail Bar lançou a campanha Viva o Rosa! em uma super parceria com a Impala onde serão oferecidas à cliente as quatro cores de esmalte selecionadas como sugestão para usar naquele dia. A consumidora que aderir à campanha elegendo um dos tons de rosa leva o esmalte escolhido para casa. Pra finalizar, quem quer ajudar, gastando menos e se deliciando, a Cacau Show destinou parte da renda arrecadada com a venda de suas trufas de iogurte de morango para o Hospital de Câncer de Barretos.

Mesmo com tantos produtos e divulgação de campanhas, a mensagem final desse post é : SE TOQUE. A prevenção ainda é a melhor forma de combater o câncer. E pra finalizar, sugiro a leitura desse texto (clique aqui para ler) publicado no site do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) pelo meu pai(drasto), Dr. Ricardo Montefusco, médico mastologista do local .

Lifestyle, Música

ROCK IN RIO: VOLTE DUAS CASAS E TENTE NOVAMENTE! 

SetRIR_primeirofds0004 cópia

Ontem fez exatamente uma semana do encerramento da edição de 2015 de um dos maiores festivais do ano: O Rock In Rio. Esse foi o meu 2o ano de festival e ainda tenho minhas dúvidas se em 2017 estarei lá de novo (confesso que vai depender dos shows e da minha situação financeira pois, se pudesse, iria conferir os shows que seguem a rota para cidades vizinhas ao Rio).

Durante essa edição, escolhi ir em três dias: 19, 24 e 27. No primeiro dia, acredito que passei um dos maiores perrengues da minha vida. Acho que só perdi pra uma vez quando eu tinha 14 anos e tive que caminhar durante quase três horas debaixo do sol escaldante da Taíba. O acesso, não foi fácil. Pior ainda, não foi prático. Uma amiga que trabalha no Projac, que fica depois do Rock In Rio, tinha que pegar um ônibus voltando, passava pelo local do evento, até chegar no terminal, onde teria que pegar uma pulseira pra pegar o BRT e poder ir pro festival. Ufa!! Ah, ela teria que fazer isso, pois a única forma de ela conseguir voltar sem ter que andar mais de 2km era pelo BRT e só poderia entrar nele se tivesse uma pulseira que eles só davam pra quem pegava no terminal durante a ida. Moral da história: Ela tirou folga! 

A verdade é que tentaram “enfiar” o BRT nos cariocas e nos turistas (acredito eu, como estratégia para testar o transporte durante as Olimpíadas) mas não deu certo. Filas intermináveis e se você fugia dessa alternativa, tinha um longo caminho a pé depois de todo o cansaço do festival. No meu primeiro dia lembro que não tinha certeza se os dois shows incríveis que presenciei tinha valido a pena. Foi um ônibus, um BRT, outro ônibus e ainda andei durante 15 minutos na ida. Na volta andei mais de 2km, peguei um BRT e dois ônibus depois. Em 2013 peguei um ônibus para ir e dois para voltar! 

 SetRIR_primeirofds0187 cópia
SetRIR_primeirofds0159 cópia

Mas falando de show, no dia 19 foram dois inesquecíveis: The Script e Queen. Conheci The Script pelo meu house mate e saí fã da banda depois de vê-los ao vivo. Queen não tem palavras. É Queen. E Adam Lambert, a surpresa da noite, de surpresa pra mim não teve nada. Acompanhei e torci muito pro cantor durante sua passagem pelo American Idol (inclusive fiquei bem revoltada quando ele não ganhou). Pra mim, ele foi a escolha perfeita e o melhor, não tentou substituir ninguém. 

A melhor “invenção” do Rock In Rio funcionou: O fastpass. Super conhecido nos parques de diversões lá fora, o fastpass é uma maneira de evitar filas enormes. É só agendar o seu horário e passar sua pulseira em um leitor para confirmar. Simples e que deve continuar. Os brinquedos estavam beeem mais tranquilos esse ano. 

12086837_551020525053886_1041334318_n cópia
12071381_551021018387170_975812796_n cópia

Depois de todo o sufoco que passei no primeiro dia, fui o mais prevenida possível no dia 24. Estava com uma turma de 10 pessoas e obriguei todos a fazer e carregar o RioCard (que dava passe ao BRT). Tudo para correr o mínimo risco possível de dar errado. Por incrível que pareça a ida e a volta foram super tranquilas. Eles acabaram mudando o local de embarque do BRT e isso ajudou bastante, assim como o número de pessoas presentes nesse dia também ser bem menor. O que interessa é que a experiência foi incrível e fez com que eu tivesse vontade de voltar novamente em 2017!! 

Queens Of The Stone foi um dos melhores shows que já vi!. Nossa, que banda! Já conhecia bem de antes e escutava bastaaaante no meu Spotify. Mas o que mais me impressionei é que eles conseguiram ser bem melhores ao vivo. Parecia que tinha colocado o cd dos caras pra rolar em um sol milhões de vezes mais potente do que o que eu tenho em casa. Senti falta de algumas músicas mas nem tudo é perfeito. 

Aproveitei que não me importo muito com SOAD (sorry pra quem curte) e fui curtir a roda gigante. Já havia ido em 2013 sozinha durante a apresentação do John Mayer mas dessa vez foi diferente. Fui com o Ian e alguns amigos e só por isso já foi bem mais divertido!! Inclusive, além da roda gigante, esse ano consegui ir na tirolesa durante um preview do evento para convidados.

12027718_1048742578493927_5590110376619992869_n cópia
dia7_0180_copy cópia

Terceiro e último dia. Chuva, chuva, raios e mais chuva. Esse foi o resumo do dia 27. Mas parece que a dança do Cacique Cobra Coral fez efeito no último minuto e na metade do show do A-ha já não haviam mais vestígios de água (só muita lama). 

O transporte? Foi díficil, principalmente na volta quando já estávamos em uma fila pra entrar no ônibus às 4 horas da manhã e decidimos esperar o próximo para pegar um assento. E aí o que acontece? Um funcionário mal educado diz que se quisermos ir que fosse em pé, senão teríamos que ir para uma fila gigantesca pois não iriam mais parar ônibus onde estávamos (e que estava parando antes). Para ir confortável em um ônibus que te deixa e para do lado do evento custava R$70,00. Aí você se pergunta por que ficamos sem opção de transporte público decente ou acesso se pagamos caro em nossos ingressos. Acredito na estratégia para optarmos no ônibus Primeira Classe. Mas a verdade é que nem sempre dá pra pagar quase R$200,00 (meia-entrada) no ingresso de um dia mais um ônibus desse para cada dia que você vai ao festival. E é isso que eu acho que falta, compaixão com o público. Afinal, se você não é artista ou VIP (literalmente), você vai passar perrengue. 

E aí que acabou. A-ha incrível, lindos e fazendo eu relembrar minha infância enquanto meus pais escutavam várias das músicas que eles tocaram. Katy Perry, nem se fala.. Um espetáculo a parte. Sim, pela TV foi sofrido (assisti alguns dias depois) mas ao vivo foi perfeito do começo ao fim. 

 
12071595_551020535053885_870076905_n cópia
FOTOS: I HATE FLASH E ARQUIVO PESSOAL 

No final das contas, o Rock In Rio vale o ingresso mas ainda tem muito o que melhorar, principalmente no que diz respeito ao tratamento com o público. Houve falta de água, assaltos, tumulto nos banheiros, sem falar nessa velha mania de só vender cerveja. Porém é um festival com porte internacional, melhor do que muitos gringos por aí e que eu admiro muito e curto muito. Se eu vou em 2017? Não sei. Já vou ter 30 anos daqui pra lá e talvez esteja me sentindo muito velha pra sufocos. Mas não muito velha pra bons shows!! Vai que o mundo dá voltas e eu viro “a very important person”? Não custa sonhar! :) 

Música

Daily Vlog #2: Visita ao PROJAC (Superstar)

Gente meu domingão foi tãããão legal mas tão legal que eu tinha que fazer um Daily Vlog. Eu fiz muuuuitas coisas.. Fui na feijoada de uma amiga e depois ainda passei na feirinha Misto Quente Bazar que rolou no Bukowski (muuuito legal, vai ter post sobre o evento em breve). Infelizmente a bateria do celular já estava quase morrendo e só deu pra fazer uns snaps (adiciona aí, priscilafurtado). Mas aí não tem problema porque a noiteeu fui assistir ao programa Superstar que acontece ao vivo direto do Projac e registrei T-U-D-O!!

O mais bacana é que nesse domingo teve apresentação da banda Scalene (minha preferida junto com Supercombo) e assisti tudo quase da boca do palco! Haha. Realmente é muita emoção e me empolguei com várias bandas que não curtia tanto quando via de casa. Sem falar que foi muito bacana ver a reação do público diante de cada banda, afinal, quando você assiste do sofá não tem como perceber esse retorno! Ahhh, vale ressaltar que essa semana foi um programa cheio de erratas (soltaram a música errada da banda Versalle, Paulo Ricardo esqueceu a letra quando foi cantar, Mocotó soltou palavrão e vazou o aúdio) e ainda teve os convidados mais legais, Samuel Rosa, Paula Toller e Paulo César dos Santos vocalista do Roupa Nova. Ou seja, ponto pra mim que pude ver tudo de pertinho. Hahaha..

Enfim, foi muito legal, tem overdose de Scalene no vídeo porque sim e queria muito poder ir todo domingo porque realmente foi uma experiência MUITO bacana. Acho que vai dar pra notar bem a minha empolgação no vlog.. Hahaha! Espero que vocês curtam bastante porque esse negócio de editar não é nada fácil viu?? kkkkk. Mas tô amando registrar um pouquinho da minha vida aqui no Rio!!

Lifestyle

Daily Vlog #1: Café da manhã + Praia + Passeio com a Lucy

Hoje foi um domingo super especial. Daqueles que vale a pena compartilhar. Café-da-manhã fora, primeira vez da Lucy na Praia do Diabo (uma praia que você pode levar cachorros) e um pôr-do-sol tão incrível que choveu fotos do céu na minha timeline!

Eu adoro filmar.. Prefiro muito mais que foto. Porque foto você pega um momento mas vídeo você pega o sentimento. E aí que eu decidi fazer um Daily Vlog desse meu dia e enfrentar a edição! Deu trabalho, fiquei até 4 horas da manhã editando mas no final valeu super a pena!! Ainda está curtinho porque foi um teste mas agora que já sei que consigo vou fazer vááários.

Espero que vocês curtam, dá um joinha lá no vídeo se gostou (se não gostou também, haha) e PLEAAAASE se inscrevam no canal pra dar uma força! Vocês nem imaginam como isso é importante!