Daily Archives

13 de janeiro de 2016

Cinema

Sessão Pipoca: Documentários imperdíveis no Netflix

4ukKkwZWDSCxdXKBWUEfLSuHWmS

Desde que comecei a assistir a série ‘Making a Murderer’ no Netflix, entrei em uma vibe completamente insana de documentários. Esse segmento do serviço de streaming tem sido o meu preferido nos últimos dias e com isso, acabei conhecendo muitas histórias interessantes e que decidi dividir aqui no blog.

  • Making a Murderer

E já que falei dele, vamos começar com esse documentário em forma de seriado que conta a história de Steven Avery que ao ser libertado, depois de passar 18 anos preso por um crime que não cometeu, se torna o principal suspeito do assassinato da fotógrafa e jornalista Teresa Halbach.

Em dez episódios, a série acompanha a investigação, o julgamento e todas as contradições que giram em torno do caso. Depois de lançado, o seriado virou alvo de debates e um dos assuntos mais comentados no mundo inteiro.

WP card front horizontal

  • The Wolfpack

​Trancados pelo pai em um apartamento em Manhattan por 14 anos, os sete filhos da família Angulo cresceram longe da escola e aprenderam tudo que sabem sobre o mundo com os filmes a que assistiam em casa. Para passar o tempo, os irmãos ensaiavam e re­encenavam as cenas de seus filmes favoritos. Tudo mudou quando Mukunda, um dos irmãos, desrespeitou as regras do pai e decidiu andar pela vizinhança. Agora todos querem juntos explorar Manhattan e o mundo lá fora.

Uma das histórias mais impressionantes que eu assisti, no começo achei que era uma espécie de mockumentary, até que dei um google e vi que realmente se tratava de uma história real. Incrível vê esses meninos alimentando a criatividade, além das habilidades manuais, devido aos poucos recursos.

netflix3

  • West Of Memphis

O documentário faz uma análise da investigação policial do assassinato de três meninos de oito anos de idade, em 1993, revelando novas evidências sobre a prisão e condenação de três homens inocentes. Damien Echols, Jason Baldwin e Jessie Misskelley eram adolescentes no início do caso, eles passaram 18 anos no corredor da morte por um crime que não cometeram.

O filme mostra o mesmo problema que ocorreu com Steven Avery (caso citado acima) e que teve grande repercussão nos EUA, contando com apoio de várias celebridades como Johnny Depp, Eddie Vedder, Peter Jackson, Patti Smith, entre outros.